Presidente da Académica condenado

O Tribunal da Relação de Coimbra condenou esta quarta-feira o presidente da Académica de Coimbra, José Eduardo Simões, à pena efectiva de 6 anos e meio de prisão, confirmou ao jornal PÚBLICO o seu advogado, Rodrigo Santiago.

O jornal informa que o arguido ainda não foi oficialmente notificado, e esclarece que a pena resulta no agravamento da pena que fora aplicada na primeira instância de quatro anos e sete meses de prisão, com pena suspensa, por um crime continuado de corrupção passiva para acto ilícito e outro de abuso de poder.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.