A transferência de Diogo Jota do Wolverhampton para o Liverpool vai proporcionar um encaixe financeiro total de 1,3 milhões de euros a dividir entre os clubes Paços de Ferreira e Gondomar.

De acordo com o mecanismo de solidariedade, e segundo o avançado pelo MaisFutebol, o Paços de Ferreira tem direito a 1,5 por cento do valor da verba total da transferência, o que corresponde a 650 mil euros. Também pelos direitos de formação, o Gondomar, cuja equipa sénior disputa o Campeonato de Portugal, receberá um valor equivalente.

De acordo com a imprensa britânica, a venda de Diogo Jota ao Liverpool ascende a cerca de 43,5 milhões de euros (40 milhões de libras) aos quais se acrescentam cláusulas variáveis de 5,5 milhões de euros (cinco milhões de libras).

O português fez a sua formação no Gondomar e no Paços de Ferreira, onde se estreou como sénior, antes de ser vendido ao Atlético de Madrid. Na sua carreira como profissional o avançado de 23 anos representou ainda o FC Porto, por empréstimo, em 2016/17.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.