DOMINIODEBOLA.com

Notícias, Futebol, Liga, Portugal, Betclic, Benfica, Sporting, Porto

#10 Olympiacos – Clubes europeus com mais títulos por época

5 min read

#10 – Olympiacos Club of Fans of Piraeus

Segue-nos nas Redes Sociais

Facebook icon  Instagram icon Tiktok icon twitterx icon Pinterest icon Whatsapp icon YouTube icon

ΠΑΕ Ολυμπιακός Σ.Φ.Π.

Ranking UEFA: 26 // Ranking IFFHS: 41

Fundação

Conhecido apenas como Olympiacos, é o mais bem-sucedido clube grego de todos os tempos.

Curiosamente, faz parte de uma associação maior. O Olympiacos Club of Fans of Piraeus é uma associação multidesportiva que, entre outras modalidades, inclui o futebol. A vertente futebolística é explorada pelo clube que, normalmente, conhecemos como Olympiacos.

Figura 1 – Membros fundadores do Olympiacos CFP

A 10 de março de 1925, no porto de Pireu, membros do Piraikos Podosfairikos Omilos FC (Clube de Desporto e Futebol de Pireu) e do Pireus Fans Club FC decidem dissolver as duas associações e unir-se, formando uma mais forte. Notis Kamperos, um oficial da marinha, sugeriu o nome Olympiacos e a coroa de louros como símbolo do clube. Michalis Manouskos, um industrial grego, completou o nome até à sua forma atual. Nascia, assim, o Olympiacos Club of Fans of Piraeus.

Nos primeiros estatutos do clube ficou definido que o objetivo principal da associação seria o desenvolvimento e cultivo sistemático dos seus atletas para participarem em eventos desportivos, bem como a difusão do espírito olímpico grego.

Um começo de ouro

Numa altura em que o futebol na Grécia estava dividido em três grandes competições regionais – a Liga EPSA (Atenas), Liga EPSP (Pireu) e Liga ESPM (Tessalónica) –, a Federação Helénica de Futebol, criada em 1926, organizou o primeiro Campeonato Pan-Helénico, na época de 1927-28. Foi a primeira edição nacional de uma competição de futebol grega, reconhecida pela Federação, com os três vencedores dos campeonatos regionais a disputarem o troféu através de playoffs. O primeiro vencedor foi o Aris.

O Olympiacos dominava claramente a Liga de Pireu, mas foi na época de 1930-31 que, à quarta edição do Campeonato Pan-Helénico, o Olympiacos era, pela primeira vez na sua história, campeão nacional grego. Este foi um marco que lançou o clube para o sucesso que hoje lhe é reconhecido.

Figura 2 – Irmãos Andrianopoulos

As maiores figuras do clube eram os irmãos Andrianopoulos. 5 avançados que formavam a linha atacante do Olympiacos nas primeiras épocas de existência (estando também ligados à fundação do clube) e que foram as primeiras estrelas do clube e grandes responsáveis pelo sucesso inicial.

Por esta altura, o Olympiacos conseguia o feito de ficar 4 anos invicto contra equipas gregas, contabilizando 30 vitórias e 6 empates em 36 jogos, com a imprensa grega a denominar a equipa de “Lenda”, pela primeira vez na história.

A década de 30 foi de mudança no plantel do Olympiacos, mas, apesar disso, em 1940 o clube tinha vencido 6 das primeiras 11 edições do Campeonato Pan-Helénico. Entre outros, começava a destacar-se o avançado Giannis Vazos, ainda hoje o segundo melhor marcador da história do clube, com 450 golos em 364 jogos com a camisola do Olympiacos.

Figura 3 – Giannis Vazos, 2º melhor marcador da história

II Guerra, amor à camisola e a estreia europeia

O período conturbado da II Guerra Mundial trouxe problemas ao Olympiacos. Quando a Itália invade a Grécia em 1940, vários jogadores do clube vão para o exército. Chistoforos Raggos não conseguiu voltar a jogar futebol, Leonidas Andrianopoulos quase perdeu a vida e Nikos Grigoratos sofreu uma lesão grave na perna.

No entanto, a história mais formidável do Olympiacos, ligada à Guerra, será, talvez, a de Nikos Godas. Figura emblemática do clube, era capitão do ELAS (Exército de Libertação do Povo Grego), foi executado pelos Nazis com a camisola do Olympiacos vestida e, segundo rezam as crónicas, as suas últimas palavras foram: «Matem-me com a camisola do Olympiacos e não me vendam os olhos. Quero ver as cores do meu clube antes do tiro final».

Depois da II Guerra Mundial, e após uma revolução ao nível do plantel, o Olympiacos voltou a dominar o futebol grego. À passagem do ano 1959, o clube tinha arrecadado, nada mais, nada menos do que 15 títulos em 23 edições do campeonato, incluindo um Penta Campeonato, o primeiro da história, de 1954 a 1959. O recorde seria batido 44 anos mais tarde, também pelo Olympiacos, mas desta vez com um heptacampeonato.

No mesmo período, o Olympiacos arrecada 8 Taças da Grécia das 13 edições realizadas. A equipa da década de 50 torna-se lendária e marcou o período de domínio absoluto do Olympiacos no futebol grego.

Em 1959, o clube estreia-se na Europa, defrontando o AC Mian, na Taça dos Clubes Campeões Europeus, prova antecessora da Liga dos Campeões. Foi a primeira vez que um clube grego jogou a nível internacional. Na primeira mão, um empate por 2-2, que viu o primeiro jogador grego a marcar na Europa (Kostas Papazoglou). Na segunda mão, uma vitória do AC Milan por 3-1 acabou com o sonho europeu do Olympiacos, apesar da boa imagem deixada.

O primeiro sucesso internacional e o domínio até aos dias de hoje

Apesar de não contabilizado nas contas do palmarés do clube para este artigo, uma vez que é uma competição não reconhecida pela FIFA, o Olympiacos foi o primeiro clube grego a vencer um troféu fora do país, depois da vitória na Taça dos Balcãs, competição com muita fama nos anos 60 e que foi extinta depois de os clubes dos Balcãs começarem a atingir fases mais avançadas da Taça dos Campeões Europeus.

Até aos dias de hoje, o clube continua a exercer um domínio muito forte no panorama futebolístico grego. Atual campeão, vem vencendo a liga grega desde a época 2010-11 e das últimas vinte edições do campeonato (excluindo a época atual 2016-17) o Olympiacos venceu dezoito, ficando em 2º lugar por duas vezes. Curiosamente, venceu apenas uma Supertaça no mesmo período, na época 2007-08. Em relação à Taça da Grécia, conta com 27 troféus no palmarés, sendo o mais recente o de 2014-15.

A tragédia da Porta 7

Foi no estádio do Olympiacos, o Estádio Karaiskakis, que aconteceu a maior tragédia que já assolou o desporto grego. Ficou conhecida como a tragédia da Porta 7.

A 8 de fevereiro de 1981, num jogo a contar para o campeonato o Olympiacos venceu o rival AEK por 6-0, uma vitória histórica. Perto do fim do jogo, centenas de adeptos perto da porta 7 apressaram-se a abandonar o estádio, para festejarem com os jogadores na entrada principal. No entanto, estando os torniquetes ainda colocados, a saída era impossível. Os adeptos continuavam a dirigir-se para a porta quando as escadas da porta 7 tornaram-se uma armadilha. Algumas pessoas foram esmagadas, outras ficaram com graves sequelas; contabilizaram-se 21 mortes de jovens adeptos.

Estatísticas e Feitos

            Títulos

  • Liga Grega – 43
  • Supertaça da Grécia – 3
  • Taça da Grécia – 27

Melhor classificação internacional

  • Quartos de Final – UEFA Champions League – Época 1998-99

Maiores vitórias internacionais:

  • Olympiacos vs Slavia-Mozyr – 5-0 (1997-98)
  • Olympiacos vs Nordsjælland – 5-0 (2008-09)
  • Olympiacos vs Besa Kavajë – 6-1 (2010-11)
  • Besa Kavajë vs Olympiacos – 0-5 (2010-11)

MÉDIA DE TÍTULOS: 0,80/ano

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Verified by MonsterInsights